ORIGEM DA LINGUA ESPANHOLA

ORIGEM DA LINGUA ESPANHOLA

 

Espanhol é uma língua Romântica falada por aproximadamente 417 milhões de pessoas. Entre 322 e 358 milhões de pessoas falam o Espanhol como sua língua oficial, enquanto o restante fala como segunda língua. Um número grande de pessoas também fala Espanhol como língua estrangeira. O Espanhol é falado na Espanha e em mais 43 países, incluindo Andorra, Argentina, Belize, Bolivia, Ilhas Caimãs, Chile, Colombia, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guiné Equatorial, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Nos Estados Unidos é uma das línguas estrangeiras mais faladas.

As primeiras aparições do Espanhol foram registradas na forma de notas e glossários contidos em textos religiosos escritos em Latim, os Glosas Emilianenses, que datam do século 11. Durante o século 12, códigos de lei - os chamados Fueros - foram traduzidos para o Espanhol. A prosa espanhola floreceu durante o reinado do Rei Afonso X, o Sábio de Castela (1252-84), que além de ser rei e poeta, encontrou tempo para escrever uma enciclopédia em Espanhol chamada Las Partidas, cintendo leis, crônicas, receitas e regras para caça, xadrez e jogos de cartas. A primeira gramática do Espanhol, escrita por Antonio de Nebrija, assim como os primeirosdicionários da língua espanhola, foram publicados durante os séculos 15 e 16.

O espanhol originou-se no reino medieval de Castela. Tanto na Espanha como na América Hispânica, o idioma também é conhecido como castelhano, em referência à sua região de origem. A denominação "castelhano" mostra-se especialmente popular no Cone Sul e entre os demais falantes das línguas oficiais da Espanha, como o catalão, galego e valenciano, nas respectivas regiões da Catalunha, Galícia e Valência. Ao fim do século XV, o idioma expandiu-se pela América recém-descoberta

 

Atualmente, o espanhol é a terceira língua mais falada no mundo, perdendo apenas para o Mandarim e para o Inglês. Assim, é possível encontrar falantes do idioma nos Estados Unidos, nas Filipinas (antiga colônia espanhola) e até mesmo na África.

Nos Estados Unidos, o Espanhol é usado como língua de comunicação entre a maioria dos anglo-saxões dos estados do Colorado, Arizona, Califórnia e Novo México, e também por numerosos grupos de Nova Iorque e da Flórida. Além disso, é a língua estrangeira mais estudada em escolas e em universidades do país. Repare no mapa as regiões onde se fala o Espanhol. Nas áreas em azul escuro, o Espanhol é a língua oficial. Nos EUA existem diferenças no número de pessoas que falam Espanhol em cada Estado, confira:

EUA - nos EUA, a população que fala o Espanhol varia bastante: nas zonas com azul mais escuro, mais de 25% da população fala a língua espanhola, nas com azul um pouco mais claro, de 10 a 20% da população fala Espanhol e nas zonas com o azul mais claro de todos, apenas entre 5 e 10%.

Na África, desde 2001 o Espanhol é considerado uma das línguas oficiais da Organização da Unidade Africana (OUA), juntamente com o Árabe, o Frâncês, o Inglês, e o Português.  

Devido à proximidade geográfica, à similaridade lingüística e a motivos econômico-comerciais, o Espanhol é tido como segunda língua em países como França, Itália, Portugal e Brasil. Na Comunidade Econômica Européia, a língua espanhola, ao lado do Inglês, é utilizada oficialmente em acordos comerciais.

No Brasil, devido à proximidade entre as línguas portuguesa e espanhola, a troca de informações costuma ocorrer, informalmente, por meio do "Portunhol". No entanto, em situações que requerem maior formalidade, utiliza-se o Espanhol. Recentemente, o governo brasileiro decidiu introduzir o Espanhol como disciplina obrigatória no currículo das escolas. Além disso, em muitas universidades brasileiras, observa-se ser maior o grupo de estudantes que escolhem o Espanhol como segunda língua, em vez do Inglês.